Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHOS DO POETA

OLHOS DO POETA

elisasantos


Musa envolta em brumas revelou-se
tudo se fez claro, aos olhos penetrantes do poeta
que sem nenhuma aquiescência
Desnudou-a com delicadeza e sutileza.




Inconscientes sentimentos , labirintos sem fim
Traduziu sorriso por drama, enxergou além da trama
Na luz brilhante percebeu as sombras
Tão grande o encanto pela doce dama.



Desvendando os véus com sensibilidade
fizeram quedarem-se as máscaras
Findarem -se todas as farsas.



Com lirismo apaixonado resgatou a face enigmática
Na alegria transbordante de vê-la verdadeira
Curvou-se reverente à fantasiosa companheira .



www. rodadeleitura.com

seu site de poesias




elisasantos
Enviado por elisasantos em 30/09/2005
Código do texto: T55026
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
430 textos (24472 leituras)
1 áudios (91 audições)
4 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:00)
elisasantos