Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A esfinge

A esfinge
Como responder a um oráculo?
Ele me submeteu aos enigmas da vida
e eu nunca soube o que dizer...
Se não respondo, me devora!
A esfinge não tem piedade dos tolos,
e me pergunta sempre mais
além do que eu possa supor...

Não a decifro! Jamais a decifrei
e em cada esquina eu a encontro
e sigo fingindo não ver.
Quem não finge?
O espelho é a própria esfinge encarnada...
E nada respondemos!

Eu vou em frente,
a cada dia enfrentando
um oráculo diferente...
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 02/10/2005
Reeditado em 02/10/2005
Código do texto: T55619
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:48)
Poeteiro