Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ultimato

Rosa Pena


Quando vejo seus olhos,
negros como o petróleo
os meu brilham mais
que os do Bush
no Oriente.
Fico quente!
Faço como Getúlio,
me encho de orgulho.
Vou além.
Se faltar aeronave,
pego um trem.
Mais cem
anos de solidão?
Até o Gabriel
não agüenta.
Viro o Figueiredo
que prende e arrebenta.
Finja logo que me ama.
Coloca no dedo o anel.
Eu sou uma banana
de vida torta.
A verdade,
não me importa.
Afirma que bebo e cheiro,
porque em felicidade
 sou um exagero. 
Seja mentiroso... 
E continua assim gostoso!

Rosa Pena
Enviado por Rosa Pena em 03/03/2005
Reeditado em 18/10/2008
Código do texto: T5590
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Rosa Pena
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
954 textos (1390116 leituras)
48 áudios (24755 audições)
33 e-livros (28799 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 14:16)
Rosa Pena

Site do Escritor