Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENVELHECER

Hoje, vou até a esquina
envelhecer um pouquinho.
Passo ali na a padaria
e compro um pão a menos!
Uma ceifadeira de quina
no vupt de um cafezinho
cortou a voz da cantoria
da minha ciranda amigos
fora da hora do aceno
e o adeus nem era antigo.

Depois contarei minha vida
inteira, ao vizinho de trás
da fila, do pão ou do banco
e acharemos coincidências
em muitas coisas partidas,
do vaso chinês, à paz.
Meu cabelo, branco e franco
combinará com a cadência
do meu novo andar de sabença.

Não me encontro mais triste
que antes, pelo contrário:
é bom ser espectadora
e se quiser, também ser cantora.
Perdi a certeza em riste
e farei um inventário
hilário do meu ideário.
Para esses anjos herdeiros
bordarei sonhos inteiros,
em fios de poesias
com um mínimo de nostalgia



Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 03/10/2005
Reeditado em 16/11/2005
Código do texto: T56174
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:34)
Elane Tomich

Site do Escritor