Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

Como pode algo supostamente tão bom,
Como o amor,
Trazer junto consigo tanta dor?

Maldito seja,
Apenas por existir,
Por que dentre todas,
Ele escolheu para mim,
A que nunca me corresponderia.

Entretanto,
Minha covardia será derrotada,
E por mais que eu já saiba a resposta,
Tenho de confessar esse amor,
Pois se eu continuar,
A esconder tal sentimento,
Terei de me exilar da própria sanidade...

Que esse próprio amor,
Tenha piedade da minha alma,
Não sei como reagirei,
Pois faço isso,
No último suspiro de esperança,
De encontrar alívio para a dor...
Raziel Garros
Enviado por Raziel Garros em 04/03/2005
Código do texto: T5629
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raziel Garros
São Luís - Maranhão - Brasil, 34 anos
11 textos (700 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:10)
Raziel Garros