Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pai com açúcar

Pai com açúcar
maria da graça almeida

Queria o ídolo
ainda criança,
de gesto profundo,
de crenças maduras,
que me acalentasse
com voz da infância
e me orientasse
na vida futura.

Queria o ídolo
tranqüilo na fala,
sereno nos olhos,
suave nas mãos,
disposto ao livro
das velhas escalas,
pra fácil compor
a nova canção.

Queria o ídolo
de francas verdades,
que orasse em silêncio
e ouvisse a razão
e na noite finda
tal qual serenata
abrisse as comportas
da antiga emoção.

Queria o ídolo
de farta poesia,
de longos poemas
e breves haicais.
Queria de novo
o meu doce amigo,
queria outra vez
compotas de pai.



maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 04/10/2005
Reeditado em 30/10/2005
Código do texto: T56469
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
248 textos (14801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:12)
maria da graça almeida