Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA

Na grande madrugada silente

a poesia a tudo iluminou plena

com sua brancura perfumada.

        Um sopro de orquídea parou as horas

        e fez-se mansidão no que era temor.  
Otávio Coral
Enviado por Otávio Coral em 04/10/2005
Código do texto: T56660
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Otávio Coral
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
12336 textos (288447 leituras)
3 e-livros (1058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:30)
Otávio Coral

Site do Escritor