Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOVE SEMANAS E MEIA

NOVE SEMANAS E MEIA

Elane Tomich

Um poema erótico
tem que ter um ritmo
de tangos, de ondas
de ais sinuosos
em espasmos góticos
um fio de istmo
en noches de ronda
mistérios gostosos.

A perna angulosa
vértices arredios
instiga o saber
do sexo exposto
a fruta gozosa
suco escorregadio
que hás de sorver
no gozo do gosto.

Nove semanas
e meia de amor
é pouco, bem pouco
gosto de maçã.
O cheiro que emanas
tem calor e cor
a dor de um louco
morto de manhã.

Ànoite num acorde
tenha-me no sono
qu'eu penso que é sonho
e não amanheço.
Do orgasmo não acorde
piano, abandono
teus lábios risonhos,
não sei se mereço

Parece que é gótico
joelhos agudos
tentando encaixar
na curva do dorso
desejo em pórtico
teu gemido mudo
não hei de deixar
do sexo, o corso.

Até penetrares
meus lanhos e ares
até encaixares
em mim teus entrares.
Até entranhares
entranhas, meus mares
onde hás de afogares
desejos sem pares.



Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 08/10/2005
Código do texto: T57813
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11439 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:28)
Elane Tomich

Site do Escritor