Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA

POESIA


Quando me perco na noite
e saio só, a caminhar,
 me banho inteira, de lua,
e espero a madrugada me secar.
E sinto em mim
 o odor das estrelas
 inebriando o ar.
Eu me dou esse direito,
 de ser alegre, sonhar.
De esquecer as amarguras,
de ousar minhas loucuras.
De me bastar,
 feliz pela vida,
por ser poeta
 e me amar.



JOYCE RABASSA

joycerabassa@hotmail.com
joyce rabassa
Enviado por joyce rabassa em 08/10/2005
Código do texto: T57953
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
joyce rabassa
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
64 textos (1950 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:52)
joyce rabassa