Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cinzas da paixão


Embora a chama não arda
sob a cinza ainda resiste
algum braseiro que insiste
e ao frio do amor retarda...

E mesmo não tendo chama
mantém a temperatura
e aquece na noite escura
o coração de quem ama.

Não há fogo, mas aquece
na longa noite esperando
pra ver o sol... Acontece
que venha de vez em quando!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 09/10/2005
Código do texto: T58017
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:38)
Poeteiro