Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mapa do amor

Encantas os sonhos sem ter piedade,
do pobre poeta que ama demais.
Na noite vazia o verso que faz
tem um só endereço; a tua saudade.

E o pobre poeta deseja à vontade,
fazer-te a rainha de todos os mortais,
singrar nos teu mares, marcar teus sinais,
beber tua seiva, com suavidade.

E o mapa da vida será desenhado,
com a ponta da língua, no corpo suado,
aos beijos, carícias, volúpias e carinho...

E nessa ternura a vida há de ser
um sonho encantado, sem nunca esquecer
o mapa do amor feito devagarzinho.    
Marcos Maia
Enviado por Marcos Maia em 09/10/2005
Código do texto: T58224
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcos Maia
Brasília - Distrito Federal - Brasil
49 textos (2511 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:33)