Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Depois do Silêncio

Sobra o silêncio
Quando não Resta Fala
Dentro o vazio mergulhado
Cinzas...

Delas berrante nasce
Uma voz longínqua cresce
Vida renasce ao final
Esperança...

Sorriso que brota à face
Sol morrente clamando vida
Sol nascente tristeza morre

Silêncio findado em gritos
Nas mãos maternas do Pai
Adonai!!!


Enivaldo Ramos
Enviado por Enivaldo Ramos em 10/10/2005
Reeditado em 24/11/2005
Código do texto: T58303
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enivaldo Ramos
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 37 anos
15 textos (834 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:35)
Enivaldo Ramos