Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O AMOR ABRE CAMINHOS

Menino você chegou
E nem disse a que veio
Até me assustou
E deixou-me com receio

Percebi sua resistência
Em participar das atividades
Justificando (em parte) a repetência
E a distorção série/idade

Procurei, então, descobrir
Como ajudá-lo a vencer
E fazê-lo sentir
A importância do querer

Fomos nos afinando
Sua confiança eu conquistei
Você foi participando
Das atividades que desafiei

Foi perdendo a vergonha
De mostrar que não sabia
De mansinho já sonha
Em ser “doutor” um dia

Com isso pude constatar
Que aquele aluno “atrasado”
Precisava de carinho sem par
Como tempero no seu aprendizado

Foi só juntar todos os ingredientes
Que despertam competência e habilidade
Para ele mostrar conhecimentos suficientes
E avançar cheio de vivacidade

* * *
Com carinho para o aluno André Lucas (10 anos. Cursando 3ª série como repetente). Não lia nem escrevia de forma autônoma limitando-se a reproduzir e escrever seu nome de memória. Dois meses foram suficientes para permitir que André construísse seus próprios textos com as dificuldades comuns de todo começo. São exemplos como esses que nos fazem acreditar que vale a pena sermos educadores comprometidos com a justiça e a igualdade social.

Valeu André, acreditarmos um no outro!

Arcoverde/PE 11 de maio de 2005
 
Selma Amaral
Enviado por Selma Amaral em 11/10/2005
Código do texto: T58887
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Selma Amaral
Arcoverde - Pernambuco - Brasil
275 textos (56061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:37)
Selma Amaral