Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desilusão

O brilho de um olhar.

Fez minha vida vibrar,

Como as cordas de um instrumento afinado!

Sufoquei meu silêncio profundo.

E ouvi vozes de outrora.

Quando ainda sonhava com anjos,

E a luxúria, não morava em minha alma!

Mergulhei num oceano,

De água límpidas e serenas.

Aquele brilho, me pareceu um sol mais novo.

Me lancei no espaço,

Em busca dessa luz, desse sonho!

Mais sonhos são só sonhos...

E meu coração tardou,

Mais despertou da letargia.

Enxergou tua fantasia,

Arrancando-lhe a máscara.

Chorou de dor,

De dor de amor!

Morreu, meu adorado poeta.

Verdade, só existia para meus olhos.

Foi-se os versos, foi-se as prosas,

Foi-se as palavras com os ventos da desilusão.

Deixando incravada a tristeza,

No fundo do meu coração.
Observadora
Enviado por Observadora em 14/10/2005
Reeditado em 14/10/2005
Código do texto: T59668
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:19)
Observadora