Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OLHARES CRUZADOS

Um dia cruzei com você na rua
Vinhas faceira e tão elegante
De repente parei e me senti na tua
Cumprimentei-te antes de seguires adiante

Percebi em seu olhar uma estranha tristeza
Seu rosto revelava uma mulher já sofrida
Naquele instante senti dentro de mim a certeza
De ver renascida a esperança perdida

Já não eras mais jovem com toda certeza
E eu também dos anos já sentia a carga
Mas trazias na face a marca da nobreza
E isso o tempo jamais apaga

Falei pra você o meu nome
E você com ternura revelou o seu
Conversamos por parco instante
Suficiente para sentir seu coração no meu

Aquele olhar nunca mais eu vi
Caminhos opostos nós tomamos
Hoje ao passar na mesma rua, revivi
E lamentei os momentos que não eternizamos

Juro por Deus que por aqui volto a passar
E em um dia qualquer quando a sorte me favorecer
Aquele olhar com certeza vou reencontrar
Desta vez vou deixar acontecer

Múcio Amaral da Costa
Enviado por Múcio Amaral da Costa em 21/04/2017
Reeditado em 21/04/2017
Código do texto: T5977178
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Múcio Amaral da Costa
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
64 textos (1925 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/04/17 01:32)
Múcio Amaral da Costa