Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ACREDITAR OU NÃO:

Acreditar ou não:


Quando criança adorava escrever na areia.
Eram apenas desenhos, nada mais que riscos.
Mas era o que eu entedia, eram minhas letras.
Hoje revelo meus sonhos, em forma de poesia.

Fugindo, dos meus traumas, de minha infância.
O medo das pessoas, que apenas viam em mim.
Um homem de sorte, apenas mais um analfabeto.
Um excluído da sociedade, eles pensavam, assim.

Acreditar ou não, hoje tenho dignidade, e amigos.
Amigos, que não vacilaram, em me estender à mão.
Dando-me a chance de um dia crescer, e ser alguém.

Em mãos estranhas, aprendi uma lição de vida.
Nos seus incentivos encarei, este mundo de frente.
Pois eu não era mais a mentira, eu era eu, na verdade.
 



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 15/10/2005
Código do texto: T60017
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147453 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:55)
Volnei Rijo Braga