Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MARIAS-MARIAS

MARIAS-MARIAS

Somos Marias apenas...
Mas tantas, tantas Marias,
que podemos nutrir penas
para gestar alegrias.

Veja lá que bando enorme:
são milhares de Marias!

Muitas Marias sofridas,
tantas Marias perdidas,
Marias sem casa e pão,
Marias de pés no chão,
Marias de olhos de pranto,
Marias de mãos calosas,
Marias de riso e canto,
Marias de sonho e rosas.

Quantas Marias sozinhas
em busca de um coração.
Quantas Marias caminham
de mãos dadas com João.
Quantas Marias insones
chorando de solidão.
E há outras tantas Marias
sob o jugo de mãos rudes,
querendo libertação.

Veja lá que bando enorme:
são milhares de Marias
procurando direção.

Se unirmos tantas Marias
para o que der e vier,
ganharemos a igualdade,
geraremos a alegria,
pra parir a liberdade
que cada Maria quer.
Se unirmos tantas Marias
para o que der e vier,
encontraremos a glória,
força, coragem, poesia,
que é o fermento da mulher.
Sal
Enviado por Sal em 16/10/2005
Código do texto: T60084
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sal
Marília - São Paulo - Brasil, 78 anos
507 textos (44782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:34)
Sal