Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando Eu Era Só Ossos

Me arrancaram da terra
Quando eu era só ossos
Minh'alma que agora vaga
É invisível para os corpos.

Eu era de bem
Eu respeitava os mortos
Mas me arrancaram da terra
Quando eu era só ossos.

Agora quero ver
Quantos me mostrarão os rostos
Quero ver os que me pegaram
Quando eu era só ossos.

Aqueles que me pegaram
Quando eu era só ossos
Podem ir se despedindo
Podem se considerar mortos!
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 08/03/2005
Código do texto: T6012

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:20)
Júnior Leal