Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Manhã de Novembro

Era manhã de novembro
Sem saber se sol ou chuva
Era manhã de novembro
E a morte me pertuba.

Era manhã de novembro
Era mês de sorte
Era manhã de novembro
Era manhã de morte.

Era manhã de novembro
Eu lutava contra a morte
Eu não sei, eu não me lembro
Ela que por mim se importe.

Era manhã de novembro
Era mês de sorte
Era manhã de novembro
Era manhã de morte.

Era manhã de novembro
E na morte dei um fim
Doze meses, me preparo,
Todo ano é assim...
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 08/03/2005
Reeditado em 11/07/2010
Código do texto: T6013

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 11:03)
Júnior Leal