Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aos Meus Olhos

Gosto dos meus olhos
Certamente, eu os amo
Mas desde que estejam abertos
E, perfeitamente, enxergando.

- "Oh, linda penumbra!" -
Maldita seja a penumbra
Que ofusac minha visão
Me trazendo temores e terrores
Me trazendo maldição.

Meus olhos são preciosos
Apesar de que belos, nem tanto
Mas eu os amo mesmo assim
Até quando estiverem "funcionando".

E apesar do meu amor pelos meus olhos
Eles não me passam confiança
Meus olhos são traiçoeiros comigo mesmo
Mesmo contra minha vontade
Eles enxergam muita vingança.

Certamente, ainda hei de precisá-los
- E muito mais que qualquer possa imaginar -
Por isso, contra meus amados olhos
Certamente, mal algum hei de desejar.

Apesar de tanta desconfiança
É ridículo pensar
Contra eles querer lutar.
Pois estes malditos olhos
Ainda têm muito a enxergar.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 08/03/2005
Código do texto: T6015

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:34)
Júnior Leal