Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA DE POETA

Alma de Poeta feita de aurora
Com asas imensas feito o Condor
Alma que canta, que ama, que chora
Alma contrita com rezas de amor

Alma de brisa que vem da manhã
Feita de bruma, pisando macia,
Visão cristalina, cheia de afã
Com raios de sol surgindo no dia

Alma com voz de violino cigano
Onde a saudade e a dor são aflitas,
Alma com força de vento Minuano

Almas de poetas, não tentem detê-las
São tão profundas, são almas benditas,
Almas povoadas com milhões de estrelas
Olga Silveira
Enviado por Olga Silveira em 16/10/2005
Reeditado em 13/11/2005
Código do texto: T60177
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Olga Silveira
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil
52 textos (1334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:27)
Olga Silveira