Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIRADA

Quando tua arrogância vacilar
Pela vida cambalear teus passos
De tudo que te dei, hás de lembrar
Na ausência fria dos meus abraços

E na garganta te calar o grito
Os guizos da tua alma bimbalhar
Olharás tristemente o infinito
Com lágrimas de culpa em teu olhar

Quando fios de luz bordar estrelas
E a saudade te oprimir constante
Será tarde demais prá compreendê-las

Estarás tão sozinho e descontente
Não haverá beleza que te encante
Nem força moral que te sustente
Olga Silveira
Enviado por Olga Silveira em 16/10/2005
Código do texto: T60180
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Olga Silveira
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil
52 textos (1334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:26)
Olga Silveira