Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALUMBRAMENTO

Sopra o vento na madrugada fria
A coruja crocita seu agouro
Grilos cricrilam estridente coro
A noite pura é fúlgida magia

O Minuano vento cantador
Em suas flautas ele traz saudade
Um canto de querência e amizade
Tem alma de Poeta Trovador

Mas, como a vida, a noite também passa
É cortina abrindo o infinito
O orvalho chora na vidraça

Todo este mistério é que encanta
A coruja, os grilos, o Minuano grito
Em magistral beleza se suplanta
Olga Silveira
Enviado por Olga Silveira em 16/10/2005
Código do texto: T60184
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Olga Silveira
Canoas - Rio Grande do Sul - Brasil
52 textos (1334 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:52)
Olga Silveira