Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mar


Ao mar lançado
sem lastro
sou navio sem leme.

E geme no porão vazio
escravo da solidão
meu eu prisioneiro,
coração exilado.

No oceano vazio
Só eu sobro
e soçobro!

Estranha profundeza
em que a vida é um mar
de incerteza!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 16/10/2005
Código do texto: T60219
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:56)
Poeteiro