Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chulos versos

Leio poetas chulos
cujos versos se assemelham
às latrinas dos bares - são rabiscos
no oleado das paredes sujas...
Dá-lhes prazer serem vulgares,
porquanto se espelham em seus versos
despejados em estranha inspiração que lhes arde as narinas...

O poeta esquizóide emerge das sombras
com a nudez sob o casaco aberto
escandalizando as beatas...
De braços abertos, e incerto de seu prazer
exibe o escroto murcho
e depois se fecha - e desaparece
engolido pelas sombras de sua própria mediocridade!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 16/10/2005
Código do texto: T60315
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:57)
Poeteiro