Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhar

Era um olhar de céu quando me fitava
e eu me apaixonava em todo aquele brilho
como se existira desde o antes das eras
e eu me entontecia em todo aquele olhar...

Um brilho distante em que me perdia
quando apetecia a ela me fitar...
Mas, se me fitava eu me ardia em brasa
e nem me doía o fogo a me queimar...

Mas, chegou um dia em que aquela luz
só tremeluzia - e foi se extinguindo;
o olhar de céu se tornou vazio...
E eu ainda espero no mesmo lugar...
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 18/10/2005
Código do texto: T60692
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10789 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 13:00)
Poeteiro