Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mulher ... em mim

                [ Mulher ] 3


“Se já não como
há mais de quinze dias
o que é que eu estou,
para aqui, a regurgitar?”
Pergunto à minha sombra
cativa e empenhada
em furtar-se ao meu olhar
na promiscuidade
das penumbras do costume.

A minha exaustão exprime-se
num único suspiro
e traduz a incapacidade
que me assiste
em cingir ao peito e abraçar
as minhas mortas amadas,
as minhas irmãs
Florbela e Natália, juntas.

Já consegui entender
porque amo tanto a Mulher:
É nEla que vivem todas,
adoráveis e... adoradas.
Daí eu dar graças aos céus
por todos aqueles
que almejam reinventar-se
entre o ser de Afrodite
e o sentir de Narciso
... graças pelo que,
de mais adorável na Mulher,
ama, chora e reluz
a dentro da minha alma,
muito felizmente
hermafrodita.


_____________________LuMe
Luis Melo (www.lumelo.com)
Luis Melo
Enviado por Luis Melo em 18/10/2005
Código do texto: T60744
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luis Melo
Portugal, 59 anos
64 textos (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:36)
Luis Melo