Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSARELA

AFOGO-ME EM PALAVRAS
COMO SE FOSSE UM ANALFABETO
DE REPENTE,AS PALAVRAS PERDEM O SENTIDO
NUM DIA SOU DON JUAN NO OUTRO UM BÊBADO
QUE SAUDA A MEIA NOITE
COM MÚSICA DE CORNO DESAFINADAS
BEBENDO ATÉ PASSAR MAL
PASSAR VEGONHA,PASSAR A NOITE NA RUA,
PASSAR DESSA PRA MELHOR
(BEM QUE DISSERAM VAI PASSAR)
MINHA FELICIDADE É COMO 29 DE FEVEREIRO
OS OUTROS DIAS SÃO AMARGURA
SÃO UMA TRISTEZA QUE ME PARALISA
COMO UM COMA
CADA PONTEIRO É UM SIGNO E UM MÊS.
pedro carmo
Enviado por pedro carmo em 18/10/2005
Código do texto: T60750
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro carmo
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 34 anos
172 textos (5174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:38)
pedro carmo