Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mais Tarde

Mais Tarde

Agora sou a Lua , flanando num Céu vazio
Mais tarde terra crua, flor da pele, desvairio

Agora sou a bela, Sol nascente nas montanhas
MAis tarde sou aquela, a rasgar-te as entranhas

Agora sou santa mulher, desejos bem contidos
Mais tarde uma qualquer, enlouqueço-te os sentidos

Agora sou carinho, leve brisa, tarde calma
Mais tarde feroz moinho que tritura tua alma

Agora sou portal, travessia, o teu destino
Mais tarde a imortal, Deusa bêbada sem tino

Agora sou a virgem, anjo alheio de malícias
Mais tarde sou vertigem em êxtase e delícias

Agora sou tua, mel de luxúria, amor sem fim
Mais tarde serei rua, nem te iludas.

Sou de mim.

Claudia Gadini
16.04.05
Claudia Gadini
Enviado por Claudia Gadini em 18/10/2005
Reeditado em 21/01/2011
Código do texto: T60783

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Claudias Gadini). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Gadini
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
318 textos (54197 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:04)
Claudia Gadini