Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0143 - O amor escrito



Perdi a tarde por causa da noite,
não senti o sol, a lua veio antes,
assim está meu amor, apenas eu,
me perco de ti a cada passo, a cada não.

Vesti minhas janelas de luzes coloridas,
fiz algumas festas, mas estavas distante,
às vezes falei de paixão, não ouvi,
acendi meu coração com amor, apenas eu iluminei...

Recolho hoje pedaços de minh'alma,
ninguém conhece minhas tristezas,
não saberás que caminho vou seguir,
nem a gente que vai falar dos meus gestos.

Direi palavras mansas antes de partir,
o amor não deve ser golpeado por nãos,
se já não entendes meu jeito de gostar,
direi que estou triste e vou, ficarei distante...

Meus olhos são como livros, leia-os ou feche-os,
os sentimentos estão feridos, te feri, desculpe,
quantas vezes afastastes das palavras de amor,
amanheço crepúsculo, apagando o amor escrito.

22/01/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 08/03/2005
Código do texto: T6107
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116248 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:20)
Caio Lucas