Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0144 - Apaixonado te deixo...



Meu tempo não tem hora marcada,
apenas o sorriso lento no canto da boca,
o desejo explícito na carne dura,
as horas acariciando uma pouca saudade.

Quisera ser teu o primeiro amor,
melhor talvez o menos amado,
lutaria mais por teus carinhos...
quem sabe só os quereres me bastassem?

Como explicar esta minha paixão maluca?
Não queres ser cuidada, não sonhas,
as respostas estão em cada parte do caminho,
alguns pedaços foram fáceis; outros, passaram...

Sabemos dos próprios sonhos, das fugas,
de todas as noites que fugi para te encontrar,
desconto os dias que apenas admirei teu corpo,
estranha-me defenderes de minha proteção.

Sou um homem comum, apenas homem,
tenho modos de poeta porque sou romântico,
desajeitado quando faço amor,
sei que gostas, não sei se é assim que me queres.

Divido minhas tristezas deste dia,
não contigo, quero ficar sozinho mais tempo,
lembro meus olhos ao te conhecer,
talvez esquecestes que meu jeito é de amar.

Não voltarei a questionar tua paixão, teus atos,
nem precisa mais me falar de teu amor,
quero ficar calado, só com meus pensamentos,
apenas quero ficar por perto, bem junto de ti.

Minha boca pronunciava apenas um nome de mulher,
agora não mais, está quieta, apenas tenta sorrir,
mesmo que alguns soluços sejam disfarçados,
estou triste, um pouco, mas não deixei de te amar.

Quero o delírio vertical e horizontal da paixão,
todos os beijos juntos, os desejados e roubados,
as mãos como instrumento, traçando curvas,
a boca abusando de teus sabores, e os sexos...

A saudade me deixa sombras que maltratam,
então sonho, escrevo, vivo palavras de desejos,
sinto o prazer fictício das letras, formando imagens,
desenho teu corpo na minha mente, gozo, gozo amor.

Meu tempo não tem hora marcada para amar,
respeito, ainda que não mais me queiras como antes,
não consigo inventar desprezo por ti,
apaixonado te deixo, apaixonado te amo...

23/01/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 08/03/2005
Código do texto: T6109
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116052 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/16 14:25)
Caio Lucas