Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0157 - Espero...



Quando a luz se perde na noite,
espero...

Se o dia termina antes do carinho,
espero...

Se a paixão não voltou ao peito,
espero ...

Ainda que as lágrimas escorram até os lábios,
espero...

Quando o sorriso não adoça o amargo,
espero...

Se a amada já não nota minha presença,
espero...

Quando a realidade está distante como sonho,
espero...

Espero para construir minha realidade,
espero o silêncio para calar meu abandono,
espero a luz brilhar, ainda que não seja noite,
espero para te ouvir falar coisas da paixão,
espero o amor, meu e teu, o teu meu.

06/02/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 08/03/2005
Código do texto: T6122
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116071 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/16 04:01)
Caio Lucas