Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0159 - Meus silêncios





Alguns silêncios vêm das palavras,
ouvimos coisas que nos fazem calar,
alguns silêncios são respostas,
ainda que não as ouça ou sinta.



Guardo cada palavra sua,
todos os sorrisos, os gestos,
os olhares que reprovam atitudes,
meu silêncio fala com você, tenta ouvir.



Escuta o que eu não disse,
cada resposta que não dei,
cada vez que desviei o olhar,
o carinho que ficou só no meu corpo.



Aprendi com o silêncio todas as falas,
também esquecer perguntas,
meu silêncio ignora discussões,
perdemos quando a voz é maior que a razão.



Perdi o silêncio quando ouvi meu corpo,
me perdi no seu corpo que gritava,
foram apenas pedaços de nós fazendo amor,
depois, palavras duras, frias e meu silêncio.



07/02/2005

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 08/03/2005
Código do texto: T6124
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:40)
Caio Lucas