Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Todos os Mundos Meus (fragmento)

Na Terra, não sou ilha.
Não, não sou!
Sou um continente inteiro, único:
Sou Pangeia!
E ainda que, hipoteticamente, Pangeia não existido tenha eu o sou.
E eu me moro em todas as terras de mim.
Eu que hoje me nasço no sul do hemisfério
e amanhã já estou morrendo no polo norte,
local mais afastado do meu magma-coração;
minhas extremidades em gelo intrépido:
das pontas dos dedos
às pontas duplas dos fios de cabelo,
em todo extremo em que me vazam as gotas frias bem distas das lavas expelidas de meu peito-vulcão, petrificando-me as partes em choros lacônicos.
Sou todos os órgãos.
Todos os organismos.
Seres vivos
e não-vivos.
Não sou um rio,
nem um oceano...
Sou todas as águas.
Sou mais que terra.
Sou mais que Terra.
Sou mais que planeta!
Sou todos os mundos em que moro
E todos os mundos que moram em mim.

Jullie Veiga, do poema "Todos os Mundos Meus".
Jullie Veiga
Enviado por Jullie Veiga em 20/10/2017
Código do texto: T6148475
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jullie Veiga
Curitiba - Paraná - Brasil, 42 anos
54 textos (677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 14:04)
Jullie Veiga