Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Moribundo

desfaleçem ao menor sopro do vento
caem sobre carros casas gente
tombam desafeitos a pensamento
olhos que despensam lentes

se esvai lentemente
o ultimo sopro de vida
não há quem não tente
reverter essa ida

é queda que inflama
a ultima chama
o ultimo grito
antes de adentrar o abismo

depois
depois nada mais adianta
todos os pedidos os caprichos
se esvaem como perdidos

mergulha no silêncio infinito
um grito apenas um grito
torcido na garganta
também se cansa

abandona o corpo
que ainda jaz na cama

ida irreversivel
daniel rodrigues
Enviado por daniel rodrigues em 20/10/2005
Reeditado em 20/10/2005
Código do texto: T61507
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
daniel rodrigues
Londrina - Paraná - Brasil, 33 anos
61 textos (2261 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:47)