Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CEDER BILATERAL

Ceder é uma via de mão dupla.
Quando apenas um lado cede
Trata-se de estupidez, medo ou cega dependência.
Ceder deve ser um ato em benefício de dois ou mais,
Porém uma ação unilateral é tão somente negativa.
Ceder para calar não é ceder, é trégua
Ceder para evitar brigar não é ceder, é desistência
Ceder sonhos pessoais não é ceder, é morte do eu
Ceder só ao outro não é ceder, é burrice.
Ceder é para crescimento, nunca redução
Ceder é dividir o pão para matar a fome
É compartilhar a água para saciar a sede
É tornar tangíveis sonhos mútuos e íntimos
É somar as costas no carregar do peso do mundo
É doar o tempo mesmo nas distâncias e dores
É ramificar o amor para compor um jardim mais bonito.
Não há jardim que resista a poda coercitiva e abusiva
Ou flor que permaneça forte ante a seca da reciprocidade.
O vulgo “amor” que isola é cárcere
Ceder aqui é crime contra si
E com pena de solidão perpétua.
Thiago Lucarini
Enviado por Thiago Lucarini em 14/11/2017
Código do texto: T6171868
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Lucarini
Trindade - Goiás - Brasil, 27 anos
1555 textos (6154 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/17 19:49)
Thiago Lucarini