Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TIMIDEZ

Menina calada
Quieta e arredia
Dona de olhos verdes
De muita magia
Pouco falava
Ouvir preferia
Olhar ao redor
E sorrir. Que mania!
Olhando as garotas
Sentia-se Maria
Simples, humilde
Expressar-se queria
Mas a timidez, insana
Não lhe permitia
Em vez de falar
Mais se retraía
Na escola, comportada
Sem participar prosseguia
Adorava ler e estudar
Na certeza que um dia
Seu jeito calado, introspectivo
Ainda mudaria.
Com força de vontade
E muita alegria
Chegou à Faculdade de Pedagogia
Numa Universidade Federal
De muita regalia
Elevando a auto-estima
O acanhamento bania
Para sempre, pensou
A mulher que professora seria
Ledo engano!
A timidez persistia
Agora bem menos
É verdade, ela diria.

Selma Amaral
Enviado por Selma Amaral em 21/10/2005
Código do texto: T61913
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Selma Amaral
Arcoverde - Pernambuco - Brasil
275 textos (56025 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:51)
Selma Amaral