Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração Mendigo

 Coração mendigo. Imploras, suplica restos,
 migalhas de amor.
 Como um covarde, sentado tu esperas
 que dêem-te as sobras que caem da mesa.

 Pouco a pouco a tristeza vai tomando
 o lugar da alegria que antes havia em ti.

 Como sofres coração mendigo!
 E me levas contigo à desolação e à dor.
 Rogas pelo pouco que pedes...
 e choras pelo muito que te é negado.

 A ti nunca foi preciso que se prostassem,
 que te pedissem amor.
 Porque sempre fostes rico desse sentimento.
 Generoso em doá-lo!

 Hoje, no entanto, febril te arrastas.
 Suplicante como um mendigo,
 implorando que outro te ame.

 Pobre coração mendigo, não te deixes
 sufocar pela amargura.
 Esconde com sorrisos a tua dor.
 Faze-te alheio ao pesar.
 Continua a doar-te como dantes!

 Não te faças escravo, quando sabes
 que no amor há liberdade... e que,
 se não existe liberdade, é porque não existe amor!
 
 
Aurinete Alencar
Enviado por Aurinete Alencar em 21/10/2005
Código do texto: T61934
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aurinete Alencar
Campina Grande - Paraíba - Brasil
72 textos (6171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 13:09)
Aurinete Alencar