Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje


Do retrovisor eu vejo o que passou.
A estrada vai sendo tomada.
O horizonte está sempre ali.
Algumas coisas vão se perdendo pelo caminho.
Não abandono meus sonhos e desejos.
Porque não consigo deixar morrer.
Aquilo que eu queria cuidar:
Flor e raiz.
Intensamente, eu penso.
No que vou deixando e estou sendo.
Mais um grão.
Ou apenas o grão.
Há uma grande diferença.
Que o cotidiano trás.
Entre o óbvio.
Surge o inesperado.
Há a magia.
É como despertar e observar:
As cores,
Os detalhes,
A sutileza,
As nuances,
As entre linhas.
Há pouco tempo, eu sei.
Pouco tempo para descobrir.
A verdade do equilíbrio.
A pureza do coração.
Que a humildade que traz a força.
Que a ternura é que nos transforma.
E que tudo começa em nós.
Mônica Sales
Enviado por Mônica Sales em 22/08/2007
Código do texto: T619354

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônica Sales
Olinda - Pernambuco - Brasil, 36 anos
64 textos (1209 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 08:22)
Mônica Sales