Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma Aldeia

É o soar brando
do sino da minha aldeia
É bom ouvi-lo tocar
ver as pessoas bem vestidas
bem falantes bem domingueiras
a caminho da igreja 

Risos e sorrisos
em caras alegres
desempoeiradas felizes
lá vão a caminho da igreja 

Os sons timbrados
do velho sino da minha aldeia
Todos engravatados
e de missal na mão
lá vão com os seus pecados
purificados ou não 

E as crianças brincam
no pátio da igreja
Com os sinos a badalar
lá vão garotos travessos
armados em sérios
a caminho da igreja 

Valha-nos Nosso Senhor
que ao Domingo
e só ao Domingo
só alguns se lembram Dele
e esquecidos ficam nos outros dias 

Mas é Domingo
os sinos picam e repicam
naquela manhã de Primavera
soalheira
com rostos fugazes
alegres a caminho da igreja.

pedrovaldoy
Enviado por pedrovaldoy em 22/08/2007
Reeditado em 01/02/2010
Código do texto: T619389
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedrovaldoy
Portugal
592 textos (4847 leituras)
4 e-livros (58 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:21)
pedrovaldoy