Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Limites de mim

Às vezes quero muitas coisas
tenho muitas, mas não sei
às vezes é como se algo falta
ou se eu não fosse esse alguém
São tantos planos, tantos sonhos
tão distantes do que sou
são tantos dias, casos, medos
que já não sei o que restou
Se é que em mim algo se esconde
por que tão profundo isso está?
Se tenho a vida, um horizonte
por que não vejo o que está?
Quanto almejo o que virá
como se existisse sorte
se houvesse um certo ou um errado
escolha certa, ou então a morte
É tão estranho e tão difícil
eu não consigo entender
mas o controle do meu vício
está além do meu prazer
e para aquém do impossível
aquilo que eu não quero ver
Fogo Selvagem
Enviado por Fogo Selvagem em 22/08/2007
Código do texto: T619487
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fogo Selvagem
Campinas - São Paulo - Brasil
291 textos (8693 leituras)
2 áudios (150 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 03:41)
Fogo Selvagem