Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A N S I E D A D E. . .

Ansiedade, tormento de um viver
Consolador e deturpante ensejo
Um sofrimento um desespero
Um entediar de um viver premente

Assusta aos tolos de modo hostil
Enervam-se entediados... Jogam-se
Sem perceber em sua ânsia louca
O mau premente, a insensatez da dor!

A dor que fere e que maltrata a alma
A dor que geme a prolongada dor...
E se evitas dor premente sofres
E se anseias, a ti só resta dor!

Ansiedade, suplício, calvário da dor
Loucura é pensar sem malgrar a dor!
És louco, insensato de certo não percebes
Na tua ânsia, entediaste a dor

Berioliveira
Enviado por Berioliveira em 23/08/2007
Reeditado em 15/08/2008
Código do texto: T619901

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Berioliveira
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 68 anos
789 textos (20659 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 10:08)
Berioliveira