Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Difícil Sobreviver

Difícil sobreviver quando
todas as palavras
querem te fazer morrer.

Difícil manter-se em pé,
segura, sem debulhar-se
em lágrimas se você
mais uma vez descobre
o que já sabia:

Que os pêndulos da vida
já te marcaram como
sozinha das horas
e tua vida está
destinada à morte
por mais que faça,
por mais que lute para viver.

Difícil sobreviver e suportar a dor
quando você descobre
que te acham indecisa,
e que por mais que faça,
nada mais podes fazer para viver,
pois é um círculo que te faz morrer.

Difícil sobreviver, aceitar
que para ti tudo será dor,
tanto a chegada como o ficar,
que não adianta mais voltar
e não adianta mais seguir.

Difíci sobreviver quando
só te enxergam como
um jazigo perpétuo
de lembranças
que não voltam mais
e nada mais.

Difícil sobreviver quando
te mostram que estás
abrigada num jardim
sem justos, sem apartes,
sem segurança
e sem fundamentos,
fazendo-te rodopiar
por entre teus
próprios dedos.

Difícil sobreviver quando
só caminhas por entre
os espinhos
que não calam
e te desorientam.

Pergunto:

De que adianta adquirir
o sentido de mulher
no queimar do sol
e nas lágrimas
derramadas
nas noites pálidas.

De que adianta dividir
o coração com o mendigo,
não refugar o próximo,
a visão do mar,
a festa do natal
e a reserva de amor,
se só resta pra ti
o pensar no grande
amor que só
passou perto
como o vento
de ontem.

Assim, na última canção,
na última palavra,
fica a dor e a escuridão.
Lamentos!
Não há saídas!
Tudo é perder!

Decerto,

Para mim,
lírio do vale,
o destino é morrer!
Maria
Enviado por Maria em 23/08/2007
Código do texto: T620452
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4731 textos (191848 leituras)
1 e-livros (113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:10)
Maria

Site do Escritor