Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEM MOEDAS DE OURO PARA O SOLDADO

cem noites sem dormir,
sem desejos perfeitos,
sem lugar para cair,
cem medalhas no peito.

troféus e imagens no chão,
pernas cansadas de tropeços,
o peso do rifle nas mãos,
o tormento longo e espesso.

sem... sempre sem moedas de ouro para o soldado,
com cem cruzes e espinhos para o torturar,
em cem campos sangrentos e abandonados,
com cem bandeiras e hinos para amar.

cem dias sem moedas,
em busca de um tesouro sem ouro,
um braço livre e outro atado,
pedindo ajuda e socorro.

perecível é o corpo que batalha e cai,
invencível o espírito que aprende e sai,
em busca de outros corpos,
pronto para mais batalhas,

cem moedas para os covardes,
sem moeda para o soldado.
Celso Godoi Neto
Enviado por Celso Godoi Neto em 24/08/2007
Código do texto: T621419

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Celso Godoi Neto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Celso Godoi Neto
Porto União - Santa Catarina - Brasil
76 textos (3420 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 02:16)
Celso Godoi Neto