Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contrição!




Sou ente de matéria e éter,
Arvore nova ainda,
Com a seiva bruta nas veias,
- Em movimento dentro de mim!
Sou no presente a procura incessante da aurora,
Sou uma pedra bruta,
A ser lapidada lentamente,
Pelos movimentos constantes da vida!
Sou a própria vida que aflora,
Estando envolta a minha sina em enigmas...
E assim faço poesia, das palavras, em minha língua!
Rogando que seja ela, sempre uma boa nova,
A cada aurora, de minha, em minha vida!



27/10/84
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/10/2005
Código do texto: T62176
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173708 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:22)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor