Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo!

Tempo!


A quanto tempo estas ai?
A ver navios, perdidos em pleno mar,
Como que cheios de seres mágicos, talvez...
Em meus navios só há mortos,
Espectros do que já houve,
Do que hoje não passa de nada,
De pó...
Fantasmas, agora!
São imagens de coisas de outrora,
Tristezas, mágoas, incertezas, coisas
Que me tem apegado,
Por uma imensidão de correntes ruidosas...
Sem cores, sem brilho,
Elos, elos,e nada,
Porque meus navios não são nada,
E meus mares são tão pequenos...
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 22/10/2005
Código do texto: T62260
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173768 leituras)
23 áudios (10650 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:16)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor