Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Barco de papel

A chuva caía sobre a tarde
e eu, da janela, observava
a correnteza brincando pela rua...
Eu quis fazer um poema
mas, do papel imaculado
e das dobras do tempo,
a saudade e minhas mãos fizeram um barquinho...

Enquanto ele flutuava rua abaixo
minha alma também flutuava
e um rio de lembranças transbordava a poesia!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 23/10/2005
Código do texto: T62547
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (10790 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:23)
Poeteiro