Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETAS!... SÃO... POETAS!?...






A Semente nua...
A profunda existência dos poetas
Nas asas do beija-flor...
A brisa implorando uma vaga na Natureza,
A boca que pronuncia as palavras indecifráveis,
O destino do broto que fecundará o trigo...
As lágrimas aljofaradas ...
A nudez canonizada,
Os poetas... Poetisas satirizadas,
Definidos como loucos... desmedidos
Poetisas malucas,
Que despudoradamente explicitam
Seus prazeres mesquinhos
Puramente ao bel prazer
Não se incomodando que alvo atingirá,
E no entanto...
Do riso faz-se o mal incerto e um bem vituperado.
E depois, sem perceber tais conseqüências
Cobrem a própria face dissimulada dizendo:
Poetas são loucos.
Poetas são poetas!...






23-08-07
ALBERTO ARAÚJO
Enviado por ALBERTO ARAÚJO em 27/08/2007
Código do texto: T625926
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
ALBERTO ARAÚJO
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
3130 textos (157718 leituras)
33 áudios (3191 audições)
35 e-livros (6651 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 08:08)
ALBERTO ARAÚJO

Site do Escritor