Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" Impávida"

"De tantos olhos emprenhou-se tácita
num verde-água de mirar as páginas
renegou-se num azul tão casta que me lembrou outras flores
Relevou-me num espelho d'água
que assim espirrou-me amores
e de tonante impávida
me contou suas dores
Mas de tanto intacta
retornou ao seu seio d'amores
tanto fez que inócua
deu-se a enxergar seus pudores
Pois tanto tempo passou
e a caminhar ia cega
por seus anseios tenores e por pormenores de guerra
Tão sã e salva de ardores
curou seus ais e temores
refletiu-se a labrega lunática
que de tão só suicidou-se"

ra r
Enviado por ra r em 28/08/2007
Código do texto: T626928
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ra r
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
14 textos (699 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 18:32)