Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CADA VEZ MAIS

enlouqueço
cada vez mais
penso
cada vez
mais
busco memórias
pessoas
meus versos
e minhas poesias
enlouqueço
sempre
e cada vez mais
e as noites
me embriagam
e as manhãs
tantas manhãs
mortas em mim
enlouqueço
neste silêncio
absurdo
neste silêncio
que não há mais
enlouqueço
cada vez mais
e viver
é uma peça
de ato único...
EDUARDOS POETA
Enviado por EDUARDOS POETA em 28/08/2007
Código do texto: T627621

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EDUARDOS POETA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 47 anos
30 textos (481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:01)
EDUARDOS POETA